Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Buscar  



(73)999234166

Hora Certa
No Ar
Musical com Musica
Peça sua Música

  • Binha Morbeck
    Cidade: Jequié
    Música: acalma o meu coração
  • Emerson Moraes
    Cidade: IRAJUBA-BA
    Música: Amar como Jesus amor
  • Ane Gonçalves
    Cidade: Jequié
    Música: Chuva de graca
  • SILVIO CESAR PEREIRA SANTOS
    Cidade: JEQUIE
    Música: NINGUEM EXPLICA DEUS
  • niltonjunior
    Cidade: recife-pe
    Música: tu podes regis danese
  • niltonjunior
    Cidade: recife-pe
    Música: familia,regis danese
Publicidade Lateral
Chat dos Ouvintes

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 78497 Usuários Online: 21


Brasil

Publicada em 27/09/17 as 16:42h - 576 visualizações
PASTORAL CARCERÁRIA: UM TRABALHO EVANGELIZADOR NO CONJUNTO PENAL DE JEQUIÉ

Na Graça Do Espirito


 (Foto: Na Graça Do Espirito)

Com uma missão evangelizadora, que leva a palavra e o amor de Deus aos que estão encarcerados, a Pastoral Carcerária toda Quarta-feira, segue com o compromisso religioso para o Conjunto Penal de Jequié, onde tem como principal função evangelizar os que estão encarcerados, levado sempre à palavra de Deus que conforta e que é capaz de transformar o coração humano através do amor.

 A Pastoral Carcerária tem uma equipe que escolheu servir a esse proposito de evangelização dentro do Presídio e desenvolve um papel importantíssimo de reintegração de detentos que saíram do meio social por cometerem atos ilegais que não condiz com as regras de convivência na sociedade. É através desse trabalho que a palavra de Deus vem entrando em cada cela, em cada encarcerado que por tá nessa condição de preso, são excluídos socialmente, mas que é preciso levar em conta, que o mesmo, um dia vai voltar a conviver na sociedade e que precisará ser ressocializado para sobreviver como cidadãos outra vez. Porém, a realidade é muito diferente, já que, depois de saírem da prisão esse cidadão tem que enfrentar o preconceito de ser um ex- presidiário o que dificulta a sua interação social.

A Pastoral Carcerária oferece esse suporte de tá através da palavra de Deus, revigorando esse detento para que ele repense no que lhe levou a prisão para que não volte a fazer parte mais da sua vida. Além disso, Deus tem sempre uma aula de transformação que traz confiança e amor à vida de quem passa por um momento escuro e que precisa dessa fonte de renovação e perdão. 

Aqui em Jequié a Pastoral Carcerária é formada por Padre William Menezes, que foi nomeado a Assistente Eclesiástico pelo Bispo da Diocese de Jequié, Dom José Ruy, no qual o Padre tem a função de acompanhar os trabalhos de evangelização da referida Pastoral, considerando a evangelização das pessoas "privadas de liberdade", bem como zelar pelos direitos humanos e dignidade humana no sistema prisional. A equipe conta também, com Franco Almeida que é Coordenador Estadual da Pastoral Carcerária do Estado da Bahia, um incessante lutador, que vem acompanhando esse trabalho desde quando foi implantado o Conjunto Penal de Jequié, mantendo uma relação de carinho e amor com os carcerários.  A Pastoral tem Manuel que é o coordenador, Dica como vice coordenadora, Tereza como Secretária e os demais membros que formam a Pastoral Carcerária. A Pastoral faz as visitas toda quarta-feira, se reunindo na Capela do Santuário Jesus Cristificado (Convento), fazendo sempre a oração para pedir discernimento a Deus para que possam levar a sua palavra aos que precisam de seu consolo e amor de pai. Logo depois ás 9h: 00mim, a Pastoral Carcerária segue para Conjunto Penal onde realiza os trabalhos divididos em grupos já que o Conjunto Penal tem 7 Presídios, 6 Masculinos e  1 Feminino, as visitas da Pastoral  levam entorno de 4 horas.

É um trabalho evangelizador que exige muita confiança em Deus e muito amor ao próximo que se encontra preso, mas que precisa do mesmo amor que ama sem restrição, que ama de forma completa e que veio para os pecadores "Eu não vim para convocar os justos, mas sim, para chamar os pecadores ao arrependimento!" (Lucas 5-32). Que a Pastoral Carcerária continue com esse trabalho que salva almas e que leva a esperança e o amor para que um dia esses que se encontram encarcerados possam continuar a suas vidas, guiados por Deus e que o amor possa ser maior que o ódio que leva o ser humano a penumbra da cela de uma prisão.

 

 

Por Lú Galvão     

 

                

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Parceiros

Web Radio na Graça do Espirito
Copyright (c) 2017 - Na Graça Do Espirito - Todos os direitos reservados